O clique com o botão direito está desabilitado no site.

Gosto de gente

 

Gosto de gente de verdade, com histórias reais, que sofrem, que sentem, que não tem vergonha de estar mal seja lá porque motivo for.
Gosto de gente que se apaixona. gente que ama e não tem vergonha de dizer que ama. gente que não tem pudor de se entregar aos seus sentimentos e desejos.
Gosto de gente que olha no olho e não desvia o olhar.
Gosto de gente que retribui um sorriso com outro sorriso.
Gosto de gente que abraça apertado.
Gosto de gente de sorriso fácil e gente de lágrimas fáceis.
Gosto de gente que erra e pede desculpas, que briga e faz as pazes.
Gosto de gente que não faz nada sem vontade.
Gosto de gente que conversa e gente que sabe curtir um silêncio.
Gosto de gente simples, gente que não se gaba pelo que é, por onde mora, pelas coisas que possui ou pelas viagens que fez.
Gosto de gente que respeita os outros independente de gênero, cor ou conta bancária.
Gosto de gente que tem empatia pelas pessoas.
Gosto de gente que diz bom dia pro faxineiro e pro garçom.
Gosto de gente que reconhece seus privilégios no mundo e sabe que o mundo é injusto para os que não têm o mesmo.
Gosto de gente que sabe cair e gente que sabe levantar.
Gosto de gente que não fala dos outros.
Gosto de gente que compreende mais do que julga e critica.
Gosto de gente que sabe ouvir e gente que sabe falar.
Gosto de gente que me fala a verdade, que me faz enxergar os meus erros.
Gosto de gente que não conta meias verdades pra minimizar as consequências.
Gosto de gente que não vive na superfície, gente que vai fundo nas emoções e nas paixões.
Gosto de gente que vive o agora e aproveita cada momento como se fosse único.
Gosto de gente que fala palavrão.
Gosto de gente que diz foda-se.
Gosto de gente que não cria expectativas ou que não cobra quando suas expectativas em relação ao outro são frustradas.
Gosto de gente que gosta de gente.
Gosto de gente que não sei explicar porquê gosto, mas gosto.

Gosto de gente que não liga se escrevo ou se falo certo, liga apenas pro que eu quero dizer.

Fabrício Morais

Comments are closed.